Infestação de Diatraea spp. (LEPIDOPTERA: CRAMBIDAE) em variedades RB (República do Brasil) de cana-de-açúcar

  • Hully Monaísy Alencar Lima Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
  • Vanessa de Melo Rodrigues Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
  • Alexandre Guimarães Duarte Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
  • Josemildo Verçosa de Araujo Júnior Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
  • Diego Olympio Peixoto Lopes Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP Jaboticabal
  • Ivanildo Soares de Lima Universidade Federal de Alagoas/Professor Associado IV
  • Adriana Guimarães Duarte Universidade Federal de Alagoas/Professora Adjunta II
  • Iedo Teodoro Universidade Federal de Alagoas/Professor Assistente

Abstract

O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento de variedades RB (República do Brasil) de cana-de-açúcar em relação ao ataque de Diatraea spp. Foram utilizados os sistemas de cultivo de sequeiro e irrigado. As variedades estudadas foram: RB72454, RB867515, RB971755, RB951541, RB931003, RB92579, RB863129 e RB93509. Para o cultivo irrigado, incluiu-se a RB98710. As avaliações da porcentagem de intensidade de dano interno foram realizadas por ocasião da colheita, em 15 colmos de cada parcela. Todos os colmos foram abertos no sentido longitudinal, obtendo-se assim a porcentagem de entrenós danificados pelo complexo broca/podridão. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. No primeiro ano de avaliação, no cultivo de sequeiro, a variedade RB971755 apresentou maior média de infestação de Diatraea spp. quando comparada com as demais variedades. No segundo ano a variedade RB931003 foi a mais atacada pela praga e nos dois anos subsequentes as variedades não diferiram entre si em relação ao ataque da praga. No cultivo irrigado, em cana planta, a variedade RB867515 apresentou maior infestação por Diatraea spp. e nos dois anos seguintes não houve diferenças significativas entre as variedades testadas. Em ambos os sistemas de cultivo, houve um decréscimo na produtividade da cultura durante as avaliações anuais. Os valores de % de infestação não apresentaram correlações significativas com os parâmetros agroindustriais avaliados em ambos os sistemas de cultivo.

 

Infestation OF Diatraea spp. (Lepidoptera: Crambidae) in varieties of sugar cane

Abstract

The aim of this study was to evaluate the variation of infestation Diatraea spp. in different varietiesRB (Republic of Brazil) of cane sugar in cropping systems for dryland and irrigated four and threeyears, respectively. The varieties studied were as follows: RB72454, RB867515, RB971755, RB951541,RB931003, RB92579, RB863129 and RB93509. For the irrigated system, the variety RB98710 was alsoincluded. Assessments of the percentage of intensity of internal damage were carried out at harvest,in 15 stalks in each plot. All stalks were opened longitudinally, thus obtaining the percentage ofinternodes damaged by the complex borer/rottenness. The results were submitted to analysis ofvariance and means were compared by Tukey test at 5% probability. In the first year of assessment,in rainfed crop, the variety RB971755 showed the highest average of infestation by Diatraea spp.when compared with all other varieties. In the second year the variety RB931003 was the mostattacked by the pest and for the subsequent two years the varieties did not differ in relation topest attack. In the first year, for the irrigated system, the most infested variety was RB867515. In thefollowing two years it was not possible to identify a variety with striking characteristic of preferenceby the sugar cane borer. In both systems, there was a decrease in crop productivity during annualassessment. The values of % infestation showed no significant correlations with the agroindustrialparameters evaluated in the two systems of cultivation.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Hully Monaísy Alencar Lima, Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
Engenheira Agrônoma, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Brasil. Doutoranda, Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas, UFAL.
Vanessa de Melo Rodrigues, Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
Engenheira Agrônoma, UFAL, Brasil. Doutoranda, Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas, UFAL.
Alexandre Guimarães Duarte, Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
Engenheiro Agrônomo, UFAL, Brasil. Doutorando, Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas, UFAL.
Josemildo Verçosa de Araujo Júnior, Universidade Federal de Alagoas/Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas
Engenheiro Agrônomo, UFAL, Brasil. Doutorando, Programa de Pós-Graduação em Proteção de Plantas, UFAL.
Diego Olympio Peixoto Lopes, Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP Jaboticabal
Engenheiro Agrônomo, UFAL, Brasil. Mestre em Entomologia Agrícola pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/UNESP Jaboticabal, Brasil.
Ivanildo Soares de Lima, Universidade Federal de Alagoas/Professor Associado IV
Engenheiro Agrônomo, UFAL, Brasil. Doutor em Ecologia Química e Comportamento de Insetos, University Of Southampton, Inglaterra.
Adriana Guimarães Duarte, Universidade Federal de Alagoas/Professora Adjunta II
Engenheira Agrônoma, UFAL, Brasil. Doutora em Ciências, UFAL.
Iedo Teodoro, Universidade Federal de Alagoas/Professor Assistente
Engenheiro Agrônomo, UFAL, Brasil. Doutor em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande, UFCG, Brasil.
Published
31-12-2013
How to Cite
Alencar Lima, H., de Melo Rodrigues, V., Guimarães Duarte, A., Verçosa de Araujo Júnior, J., Olympio Peixoto Lopes, D., Soares de Lima, I., Guimarães Duarte, A., & Teodoro, I. (2013). Infestação de Diatraea spp. (LEPIDOPTERA: CRAMBIDAE) em variedades RB (República do Brasil) de cana-de-açúcar. Comunicata Scientiae, 4(4), 407-413. https://doi.org/10.14295/cs.v4i4.525
Section
Scientific Note