Liquid dairy waste as fertilizer for ‘Mombaça’ grass

  • Perlon Maia Santos Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Doutorado em Ciência Animal Tropical.
  • José Expedito Cavalcante Silva Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins na área de química. Campus de Araguaína
  • Antonio Clementino Santos Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins - Departamento de Solos. Campus de Araguaína
  • Jose Geraldo Donozetti Santos Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins - Departamento de Solos. Campus de Araguaína
  • Aridouglas Santos Araújo Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Doutorado em Ciência Animal Tropical.
  • Marcos Odilon Dias Rodrigues Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Mestrado em Ciência Animal Tropical.

Abstract

The chemical or organic fertilizer can be responsible for the sustainability of pastures, with an alternative of application for the agro-industry subproducts. This study aimed to evaluate the influence of dairy waste application on Mombaça grass agronomic characteristics to verify the potential supply of phosphorus (P) and potassium (K). Six doses of liquid dairy waste corresponding to 10, 50, 100, 150, 200 and 400 m³ ha-¹ were evaluated in four production cycles. The accumulation of dry forage, leaf blade, stem, dead material, leaf area index, number of tillers, leaf/stem and plant height were evaluated. Increasing levels resulted in the increase of the grass performance. The application of 400 m³ ha-¹ of liquid dairy waste ensures similar productions when compared to the application of P and K through chemical fertilizers, replacing 25% of the phosphorus and 100% of potassium fertilization. The liquid dairy waste can be used as a potassium supplier to Mombaça grass and have a positive residual effect on biomass accumulation.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Perlon Maia Santos, Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Doutorado em Ciência Animal Tropical.
É Zootecnista, formado na Universidade Federal do Tocantins (UFT). Possui Mestrado em Ciência Animal Tropical na linha de pesquisa Solo-Planta-Animal com ênfase em nutrição mineral de plantas forrageiras com uso de resíduos agroindustriais pela UFT. É Especialista em Produção de Bovinos de Corte. Atualmente é Doutorando na linha Solo-Planta-Animal do curso de Ciência Animal com ênfase em Sistemas Silvipastoris na UFT. Atua no departamento de Solos. Foi e é bolsista do CNPq e CAPES. Atua nas áreas de Manejo e Conservação do Solo, Manejo e nutrição de Pastagens e ciclagem de nutrientes na interface Solo-Planta-Animal.
José Expedito Cavalcante Silva, Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins na área de química. Campus de Araguaína
Possui graduação em Química pela Universidade Federal de Alagoas (1995), mestrado em Química pela Universidade Federal de Pernambuco (1997) e doutorado em Química pela Universidade Federal de Pernambuco (2001). Atou como presidente do Conselho Superior da Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins-FAPTO (2005-2008). É professor adjunto e Ex- vice Reitor da Universidade Federal do Tocantins, membro colaborador do colegiado de Pós-Graduação em Biotecnologia (rede BIONORTE) . Tem experiência na área de Química, com ênfase em ciências de materiais e relação solo-planta-animal.
Antonio Clementino Santos, Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins - Departamento de Solos. Campus de Araguaína
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1997), mestrado em Manejo de Solo e Água pela Universidade Federal da Paraíba (2000) e doutorado em Ciências - Tecnologias Energéticas Nucleares pela Universidade Federal de Pernambuco (2004). Atualmente é Professor Adjunto IV da Universidade Federal do Tocantins. Atual Diretor do Núcleo Regional da Amzônia Oriental (TO, PA, AP, MA) da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Participa da SBCS desde o ano de 1996 - Pesquisador CNPq. Coordenador do Laboratório de Solos do Campus de Araguaína/UFT. Atua nos Programas de Pós-Graduação em Ciência Animal Tropical (Mestrado e Doutorado) - Linha: Relação Solo x Planta x Animal e Produção Vegetal (Mestrado e Doutorado) - Linha: Manejo e Conservação do Solo. Lider do Grupo de Pesquisa CNPq (Agricultura Familiar). Tem experiência na área de Tecnologia Energética e Nucleares (Radioagronomia), com ênfase em Fertilidade do Solo e nutrição mineral de plantas, atuando principalmente nos seguintes temas: relação solo x planta x animal, manejo de pastagens, manejo do solo, adubação e áreas degradadas.
Jose Geraldo Donozetti Santos, Professor adjunto na Universidade Federal do Tocantins - Departamento de Solos. Campus de Araguaína
Professor adjunto da Universidade Federal do Tocantins - UFT, campus Araguaína. Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Lavras (2000), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Lavras (2003) e doutorado em Ciência do Solo pela Universidade Federal de Lavras (2008). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ciência do Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: Microbilogia do solo, Micorriza arbuscular, FBN, Manejo e conservação do solo e água, Solo sob pastagem, Recuperação de áreas degradadas, Carbono no solo, Árvores nativas, Plantas silvestres, Metais pesados e Biologia molecular. É professor do curso de pós-graduação em Ciência Animal Tropical da UFT
Aridouglas Santos Araújo, Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Doutorado em Ciência Animal Tropical.
Possui graduação em Zootecnia, mestrado e doutorado (em andamento) em Ciência Animal Tropical pela Fundação Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Manejo e Conservação de Pastagens, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo de forrageiras, brachiaria brizantha, relação solo x planta x animal, adubação orgânica e matéria orgânica.
Marcos Odilon Dias Rodrigues, Universidade Federal do Tocantins - Laboratório de Solos - Campus de Araguaína - TO. Aluno de Mestrado em Ciência Animal Tropical.
Possui graduação em zootecnia pelo Fundação Universidade Federal do Tocantins (2011). É aluno de Mestrado na UFT.
Published
04-11-2016
How to Cite
Santos, P. M., Silva, J. E. C., Santos, A. C., Santos, J. G. D., Araújo, A. S., & Rodrigues, M. O. D. (2016). Liquid dairy waste as fertilizer for ‘Mombaça’ grass. Comunicata Scientiae, 7(2), 251-261. https://doi.org/10.14295/cs.v7i2.445
Section
Original Article