Modulação da atividade antibacteriana do tecido adiposo da Gallus gallus domesticus(Linnaeus 1758)

Henrique Coutinho, Pedro Aquino, Jéssica Leite, Livia Leandro, Fernando Figueredo, Edinardo Matias, Tássia Guedes

Abstract


Baseado na crença popular, em que se utiliza a gordura de G. g. domesticus.(galinha domestica), para combater processos infecciosos e inflamatórios, este trabalho possui como objetivo avaliar a ação antibacteriana dos lipídeos no tecido adiposo desses animais além verificar associação com antibióticos observando o efeito modulador dos produtos naturais, frente a linhagens padrões de Staphylococcus aureus e Escherichia coli e multiresistentes de Staphylococcus aureus provenientes de isolados clínicos. Foi avaliada a atividade antibacteriana das amostras, determinando a Concentração Inibitória Mínima (CIM) pelo método da microdiluição. E logo após realizou-se ensaios para verificar a possível ação sinérgica entre as amostras e os antimicrobianos, utilizando os tecidos adiposos em uma concentração subinibitória. As interações dos aminoglicosídeos com as amostras em concentrações de 128 μg/mL (CIM 1/8) foram eficazes frente a S. aureos 358, tendo a atividade da amicacina associada ao TAGc com a mais representativa redução da CIM de 64 para 8μg/mL. Os resultados obtidos neste trabalho indicam que o TAGc  e o TAGi são uma fonte alternativa de produtos naturais com ação antibacteriana, já que  possibilitam à potencialização da atividade dos aminoglicosídeos frente às linhagens de S. aureus 358.   Ambos merecendo continuidade para elucidação da ação antimicrobiana e toxicológica.


Keywords


Gallus gallus domesticus, Tecido adiposo, Staphylococcus aureus, Aminoglicosídeos

Comments on this article

View all comments


Copyright (c)