Tamanho de parcela para avaliar a massa de plantas de mucuna cinza

Alberto Cargnelutti Filho, Marcos Toebe, Bruna Mendonça Alves, Cláudia Burin, Ismael Mario Márcio Neu, Giovani Facco

Abstract


O objetivo deste trabalho foi determinar o tamanho ótimo de parcela para avaliar a massa verde de parte aérea, a massa de restos culturais de parte aérea e a massa total de parte aérea de mucuna cinza (Stizolobium cinereum), em cenários formados por combinações de números de tratamentos, de números de repetições e de níveis de precisão. Foi realizado um ensaio de uniformidade e foram pesadas a massa verde de parte aérea, a massa de restos culturais de parte aérea e a massa total de parte aérea em 256 unidades experimentais básicas (UEB) de 1,00 m × 1,00 m (1,00 m2). Foi determinado o índice de heterogeneidade do solo de Smith (1938) e determinado o tamanho ótimo de parcela por meio do método de Hatheway (1961). Para mesma precisão, o tamanho ótimo de parcela para avaliar a massa de restos culturais de parte aérea, a massa verde de parte aérea e a massa total de parte aérea, decresce, nessa ordem. Em experimentos no delineamento blocos ao acaso, com 5 a 15 tratamentos e com 4 repetições, parcelas de 8 UEB de 1,00 m2 (8,00 m2) são suficientes para identificar diferenças significativas entre tratamentos, a 5% de probabilidade, de 28%, 24% e 18% da média geral do experimento, respectivamente, para a massa de restos culturais de parte aérea, a massa verde de parte aérea e a massa total de parte aérea.


Keywords


Stizolobium cinereum, tamanho ótimo de parcela, número de repetições

Comments on this article

View all comments


Copyright (c)