Quality maintenance of ‘Laetitia’ plum by application of 1- methylcyclopropene, ethanol vapor and heat treatment

  • Mariuccia Schlichting De Martin Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina
  • Cristiano André Steffens Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Diego Fernando Pavarin Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Marília Farias Rodrigues Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Cassandro Vidal Talamine do Amarante Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Auri Brackmann Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Keywords: Ethylene, internal browning, postharvest, Prunus salicina, ripening

Abstract

The aim of this study was to evaluate the effect of 1-methylcyclopropene (1-MCP), ethanol and heat treatment on ripening behavior and internal browning occurrence of ‘Laetitia’ plum stored under regular air. The treatments were: control, 1-MCP (1,0 µL L-1), ethanol (500 and 1500 µL L-1) and heat treatment (37 and 40 °C) for 24 h. Fruit were stored under regular air for 25 or 35 d at 0.5±0,1 °C and 96±1% relative humidity (RH), and assessed for respiration rate, ethylene production, skin color, flesh firmness, titratable acidity, soluble solids content, incidence of decay and incidence and severity of internal flesh browning. In both storage periods, immediately at removal from cold room, fruit from all the treatments showed lower respiration rate and ethylene production than control fruit. Ethanol vapor at 1500 µL L-1, 1-MCP at 1,0 µL L-1 and heat treatment at 40 °C allowed a less reddish skin after 35 d of storage, as well as higher flesh firmness and lower intensity of internal flesh browning than control fruit, in both evaluated storage periods. In either 25 or 35 d of storage period, heat treatment at 40 °C increased the occurrence of decay. All the treatments provided lower incidence of internal flesh browning than control fruit in both evaluations. The postharvest application of ethanol at 1500 µL L-1, 1-MCP at 1,0 µL L-1 and heat treatment at 40 °C for 24 h delay the ripening process and reduce the incidence of internal flesh browning of ‘Laetitia’ plum.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Mariuccia Schlichting De Martin, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina
Possui Graduação em Agronomia (2011), Mestrado (2013) e Doutorado em Produção Vegetal (2015) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Tem experiência na área de Fisiologia Vegetal e Tecnologia em Pós-colheita, com ênfase nos temas qualidade de fruteiras de clima temperado, armazenamento de frutos, nutrição mineral e manejo de doenças pós-colheita. Atualmente é pesquisadora na Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI).
Cristiano André Steffens, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2000), mestrado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2003) e doutorado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2006). Tem experiência na área de Fisiologia Vegetal, com ênfase em Fisiologia Pós-Colheita. Professor Associado da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) desde 2006. Orientador de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal. De maio de 2010 a maio de 2014 foi Diretor de Pesquisa e Pós-Graduação do Centro de Ciências Agroveterinárias da UDESC e Editor-chefe da Revista de Ciências Agroveterinárias. Participou de Conselhos Universitários Superiores da UDESC (CONSAD e CONSEPE) e Comitês de Pesquisa e Pós-Graduação. Atualmente orienta vários alunos de iniciação científica e pós-graduação (Mestrado e Doutorado), coordena projetos de pesquisa com fomento externo, coordenador de projeto institucional aprovado pelo FINEP/CT-INFRA. Membro do Comitê PIBIC da UDESC. Est desenvolvendo projetos de pesquisa em cooperação com o Kompetenzzentrum Obstbau Bodensee (KOB)-Alemanha e com a Universidade do Porto-Portugal.
Diego Fernando Pavarin, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Possui a formação de Técnico em Agropecuária pelo Centro de Educação Profissional Vidal Ramos (2008). trabalhou como bolsista de extensão no laboratório de entomologia durante o curso de Agronomia no Centro de Ciências Agroveterinarias (CAV) na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), suas atividades tinham o objetivo de avaliar táticas de manejo de insetos em lavouras. Atualmente faz Estágio final supervisionado no Grupo Agros de Erechim/RS, com ênfase em Assessoria e Consultoria Agropecuária. 
Marília Farias Rodrigues, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Aluna do curso de Agronomia e bolsista de inicação científica da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Tem experiência em Fruticultura e Fisiologia e Tecnologia Pós-colheita de frutas de clima temperado.
Cassandro Vidal Talamine do Amarante, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
Possui Graduação em Engenharia Agronômica (Universidade Federal de Pelotas / 1986), Mestrado em Fisiologia Vegetal (Universidade Federal de Viçosa / 1990), PhD em Fisiologia e Tecnologia Pós-Colheita (Massey University / Nova Zelândia / 1998) e Pós-Doutorado em Fisiologia Pós-Colheita (University of California - Davis / EUA / 2009). Atualmente é Professor Titular da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Assessor Científico de diversos periódicos Nacionais e Internacionais. É Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq desde março de 2001, tendo publicado mais de 140 artigos científicos em periódicos Nacionais e Internacionais. É professor junto ao Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal da UDESC, orientando alunos de Graduação (orientou mais de 65 alunos bolsistas de Iniciação Científica), de Mestrado (Curso iniciado em março de 2003, tendo orientado 25 alunos de Mestrado) e Doutorado (Curso iniciado em agosto de 2010, orientando 8 alunos de Doutorado). É lider do Grupo de Pesquisa "Biologia e Tecnologia Pós-Colheita" do CNPq/UDESC, e coordenador de vários projetos de pesquisa aprovados por instituições nacionais de fomento (quatro projetos aprovados em Editais Universais do CNPq e dois projetos aprovados em Editais de Pesquisa da FAPESC). Tem experiência na área de Fisiologia Vegetal, com ênfase em Fisiologia Pós-Colheita, desenvolvendo diversos projetos de pesquisa com as seguintes culturas: maçã (Malus domestica), uva, pêra, pêssego, ameixa, feijoa, butiá, araçá, tomate e espécies frutíferas nativas do Sul do Brasil.
Auri Brackmann, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (1978), mestrado em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas (1984) e doutorado em Ciências Agrárias - Universitat Hohenheim (1990), Alemanha. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, com ênfase em Fisiologia Pós-Colheita, atuando principalmente nos seguintes temas: armazenamento, conservação, qualidade, atmosfera controlada e pós-colheita de frutos hortaliças e flores. Orientou 40 alunos de pós-graduação (mestrado e doutorado) e publicou 250 artigos em periódicos científicos.
Published
04-11-2018
How to Cite
De Martin, M., Steffens, C., Pavarin, D., Rodrigues, M., Amarante, C., & Brackmann, A. (2018). Quality maintenance of ‘Laetitia’ plum by application of 1- methylcyclopropene, ethanol vapor and heat treatment. Comunicata Scientiae, 9(3), 312-321. https://doi.org/10.14295/cs.v9i3.2767
Section
Original Article