Phenology and gas exchanges of grapevines cv. Sweet Sunshine grown in semiarid climate

  • Essione Ribeiro Souza UNESP
  • Amanda Cristina Esteves Amaro Unesp
  • Laíse de Sousa Santos Labrunier
  • Elizabeth Orika Ono UNESP
  • João Domingos Rodrigues
Keywords: productive characterization, semiarid, gas exchange, Vitis vinifera L.

Abstract

Several physiological and environmental factors can influence the development and growth of vines cultivated in irrigated areas of the Brazilian semi-arid region. Therefore, it is necessary to characterize the phenology of ‘Sweet Sunshine’ grapevine under Sub-medium São Francisco Valley, Brazil conditions in order to set up the managements employed for the crop. To characterize the phenology 12 plants were selected, distributed in four repetitions, from the first growing season, both in the 2nd half of 2012 as in the 1st half of 2013. The observations of plant development phases were initiated immediately after pruning, ending at the harvest. Gas exchange measures as net CO2 assimilation rate, stomatal conductance, transpiration rate, intercellular CO2 concentrations, water use efficiency, apparent carboxylation efficiency (Rubisco) and the photosynthetic photon flux density were performed at inflorescence, early flowering, growth and softening of berries phases. The productive characterization was performed weekly, determining the clusters fresh weight length; fresh weight, diameter, length and volume of the berries; soluble solids content and titratable acidity; fresh and dry weight, basal, median and apical diameter of the stems. It was found that physiological parameters induced changes in the characteristics of the plants for the two evaluated periods, since the behavior of the curve for gas exchange measurements were distinct, exhibiting productive and commercial potential.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Essione Ribeiro Souza, UNESP
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (2009), mestrado em Horticultura Irrigada pela Universidade do Estado da Bahia (2010) e doutorado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2014). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: vitis vinifera (l.), fisiologia da produção, desfolha, auxina e amido.
Amanda Cristina Esteves Amaro, Unesp
Possui graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura/Bacharelado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007/2008), Mestrado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) e Doutorado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2014). Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia de Plantas cultivadas.
Laíse de Sousa Santos, Labrunier
Bacharel em Engenharia Agronômica, pela Universidade do Estado da Bahia, com experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente nos seguintes temas: propagação, fitossanidade, sistemas de produção de theobroma cacao e Uva de Mesa
Elizabeth Orika Ono, UNESP
Graduada em Ciências Biológicas Bacharelado/Licenciatura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1986), Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1991) e Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994). Atualmente é Professora Adjunta/Livre-Docente do Departamento de Botânica, do Instituto de Biociências de Botucatu, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atua na área de Fisiologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: crescimento, reguladores vegetais, enraizamento de estacas e germinação de sementes.
João Domingos Rodrigues
Formado em Agronomia pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (1969), graduação em Licenciatura em Ciências Agronômicas pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (1971) e Doutorado em Ciências (PhD) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1974) e Livre-Docente em Fisiologia Vegetal (1991) pelo Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista - UNESP. Atualmente é Professor Titular (1998) da Universidade Estadual Paulista - UNESP. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia Vegetal e Fisiologia da Produção Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: relações hídricas, fotossíntese, desenvolvimento, reguladores e hormônios vegetais, fisiologia vegetal e fisiologia pós-colheita
Published
27-12-2016
How to Cite
Souza, E., Amaro, A. C., Santos, L., Ono, E., & Rodrigues, J. (2016). Phenology and gas exchanges of grapevines cv. Sweet Sunshine grown in semiarid climate. Comunicata Scientiae, 7(3), 319-333. https://doi.org/10.14295/cs.v7i3.1148
Section
Original Article