Curva de absorção de água em sementes de pinhão-manso

Alex Caetano Pimenta, Katia Christina Zuffellato-Ribas, Bruno Galvêas Laviola, Maristela Panobianco

Abstract


O pinhão-manso (Jatropha curcas L.) é uma espécie destinada à produção de óleo para fins energéticos, porém cientificamente pouco conhecida quanto a sua implantação como cultura agrícola. Objetivou-se neste trabalho determinar a curva de absorção de água em sementes de pinhão-manso, visando subsidiar futuras pesquisas dependentes dessa informação. Utilizaram-se dois lotes de sementes, representados por duas subamostras (sementes intactas e sementes mortas) de cada lote. A curva de absorção de água foi determinada por pesagens em intervalos sistematizados, até a protrusão da raiz primária. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, com dois tratamentos e quatro repetições de 10 sementes/parcela. Os dados foram submetidos aos testes de Bartlett, Anova e Tukey; para as curvas de absorção foram ajustadas equações de regressão. Concluiu-se que as sementes de Jatropha curcas seguem o padrão trifásico de absorção de água, sendo a fase I compreendida entre 0 e 15h, a fase II entre 15 e 60h e a fase III iniciada após 60h.

Keywords


Jatropha curcas, embebição, Euphorbiaceae



Copyright (c)