Épocas de cultivo e parcelamento da adubação nitrogenada para rúcula

  • Arthur Bernardes Cecílio Filho Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Marcela Machado Maia Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Juan Waldir Mendoza-Cortez Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Marilsa Aparecida Rodrigues Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Rodrigo Hiyoshi Dalmazzo Nowaki Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Abstract

Com o objetivo de avaliar o parcelamento da adubação nitrogenada em épocas de cultivo de rúcula, foram realizados três experimentos nos períodos de 12-11 a 18-12-2007, de 10-1 a 20-2-2008 e de 4-4 a 12-5-2008, em Jaboticabal, São Paulo, Brasil. Em cada experimento, em delineamento de blocos ao acaso, foram avaliados dez parcelamentos (P) de 160 kg ha-1 de N, na forma de ureia, constituindo dez tratamentos: P1 = 100% na semeadura (S); P2 = 50% na S e 16,7% aos 7, 14 e 21 dias após a semeadura (DAS); P3 = 50% na S e 25% aos 7 e 14 DAS; P4 = 50% na S e 25% aos 7 e 21 DAS; P5 = 50% na S e 25% aos 14 e 21 DAS; P6 = 33,3% aos 7, 14 e 21 DAS; P7 = 50% aos 7 e 14 DAS; P8 = 50% aos 7 e 21 DAS; P9 = 50% aos 14 e 21 DAS; P10 = 25% na S e 25% aos 7, 14 e 21 DAS. Os espaçamentos entre linhas e plantas foram de 0,25 e 0,05 m, respectivamente. Foram avaliados a altura, a matéria fresca e seca da parte aérea, a área foliar, a produtividade e o teor de nitrogênio na matéria seca da parte aérea. Não houve interação significativa dos fatores épocas de cultivo e parcelamentos nas características avaliadas. Todas as características foram influenciadas pelas épocas de cultivo, sendo obtidos os maiores valores nos cultivos de novembro a fevereiro. A altura, a matéria fresca e seca da parte aérea, a área foliar foram influenciados pelo parcelamento da adubação nitrogenada e, de modo geral, os menores valores dessas características foram observados quando se fez a aplicação do N somente em duas parcelas em cobertura. Por outro lado, o parcelamento da dose de N não influenciou o teor foliar de N e a produtividade. Assim, por questão econômica e para condições semelhantes de solo, recomenda-se o fornecimento do N em uma só parcela, antes da semeadura.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Arthur Bernardes Cecílio Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Professor Adjunto, Departamento de Produção Vegetal

Nutrição de Plantas, Nutrição e Adubação de Hortaliças

Marcela Machado Maia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Juan Waldir Mendoza-Cortez, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Doutorando em Agronomia, Produção Vegetal
Marilsa Aparecida Rodrigues, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Rodrigo Hiyoshi Dalmazzo Nowaki, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Mestrando em Agronomia, Produção Vegetal
Published
01-10-2014
How to Cite
Cecílio Filho, A. B., Maia, M. M., Mendoza-Cortez, J. W., Rodrigues, M. A., & Nowaki, R. H. D. (2014). Épocas de cultivo e parcelamento da adubação nitrogenada para rúcula. Comunicata Scientiae, 5(3), 252-258. https://doi.org/10.14295/cs.v5i3.410
Section
Original Article