Comportamento e parâmetros fisiológicos de porcas em lactação na transição Cerrado-Amazônia

Anderson Corassa, Talita Regina Dal Magro, Cláudia Marie Komiyama, Paula Sueli Andrade Moreira, Keli Ballerini, Nilton Ballerini, Thuanny Lúcia Pereira

Abstract


Objetivou-se realizar diagnóstico térmico e avaliar seus efeitos sobre o comportamento e parâmetros fisiológicos de porcas em lactação na região de transição Cerrado-Amazônia. As avaliações foram realizadas à 2,47; 9,47; 15,29 e 21,47 dias de lactação. Foram registrados os dados de temperatura ambiente, umidade relativa do ar e índice de temperatura e umidade (ITU) do ambiente e temperatura retal (TR) e a frequência respiratória (FR) dos animais. O comportamento dos animais foi caracterizado pela posição e atividade em cada observação. As temperaturas ambientais oscilaram de 24,3 a 32ºC apresentando-se acima da zona de conforto. Os valores médios de temperatura ambiental, umidade do ar e ITU foram 26,97º C, 78,86% e 77,54, respectivamente. A FR apresentou-se menor no primeiro estágio de lactação (39,44 mov/min) em comparação ao último (48,06 mov/min). A TR das porcas foi mais elevada às 15 e 21:00hs mas dentro da variação normal. Frequência respiratória e temperatura retal apresentaram-se mais elevadas no período vespertino devido às elevadas temperaturas registradas entre 12 e 15:00hs. Porcas em lactação criadas na transição Cerrado-Amazônia apresentam maior frequência de observação da posição de decúbito lateral e das atividades amamentando e dormindo.


Keywords


conforto térmico, ITU, temperatura, suínos

Comments on this article

View all comments


Copyright (c)