Kale density grown in an organic production system

Abstract

O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade de folhas e indicadores econômicos do cultivo orgânico de couve manteiga em função da densidade de plantio. O experimento foi conduzido no Sítio Ecológico Seridó, em Rio Branco, AC. As mudas foram produzidas utilizando sementes, substrato e copos plásticos.  O cultivo ocorreu sob casa de vegetação com 2 m de pé direito e 3,5 m de altura central coberta com filme aditivado transparente de 100 µ. O plantio foi realizado na densidade de 3,6; 4,2; 5,0; 6,3 e 8,3 plantas m-2, em linhas triplas espaçadas 0,40 m entre se e 0,50 m entre linhas tripas, nos espaçamentos de 0,30 m; 0,40 m; 0,50 m; 0,60 m e 0,70 m entre plantas na linha. Foram avaliados a massa fresca da folha, massa fresca de folhas por planta, número de maço, custos fixo, variável e total, custo total médio, receitas líquida e total, remuneração da mão de obra familiar, taxa de lucro, índice de rentabilidade, produção para cobertura total e relação benefício/custo. O adensamento de plantio reduziu a massa fresca da folha, a massa fresca de folhas por planta e aumentou a produtividade de folhas por unidade de área. A maior produtividade alcançada com o adensamento de plantio reduz linearmente o custo médio do maço de folhas, porém aumenta linearmente as receitas líquida e total, a remuneração da mão de obra familiar, a taxa de lucro, o índice de rentabilidade, a produtividade mínima para cobertura dos custos totais e os custos variáveis e total.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
31-12-2021
How to Cite
Araújo Neto, S. E. de ., Marreiro, A. S., Ferreira, R. L. F., Souza, L. G. de S. e, & Brito, I. C. da S. (2021). Kale density grown in an organic production system. Comunicata Scientiae, 12, e3747. https://doi.org/10.14295/cs.v12.3747
Section
Original Article